Plástico: um inimigo do planeta

Evite adquirir garrafas de água de plástico descartáveis. Ajude o planeta e diminua os seus gastos mensais.





As garrafas de plástico são dos poluentes mais abundantes no nosso planeta e cada vez mais prejudiciais a todos os seres vivos.



Para a produção de plástico, é necessário que haja petróleo. Esses processos causam, por exemplo, sismos, na etapa da exploração, consomem grandes quantidades de água e energia durante a produção, originam despejo de resíduos líquidos nos oceanos, libertam inúmeros gases nocivos na atmosfera, produzem resíduos sólidos de difícil tratamento, além dos frequentes vazamentos acidentais de petróleo nos oceanos.



Após o consumo, a durabilidade e a resistência do plástico criam também problemas. Como é à prova de fungos e bactérias, a degradação da garrafa de plástico é extremamente lenta, podendo demorar 400 anos.



O mais alarmante é que quando o plástico se degrada no oceano, transforma-se em microplásticos. Essas pequenas partículas de plásticos absorvem substâncias químicas perigosas e são ingeridas por organismos marinhos que as confundem com partículas de comida, entrando na cadeia alimentar, afectando posteriormente os humanos que consomem peixe.



Um estudo realizado durante seis anos pelo 5 Gyres Institute estimou que há cerca de 5,25 trilhões de partículas de plástico a flutuar nos oceanos, o equivalente a 269 mil toneladas de plástico.



As garrafas de plástico são um produto descartável. Reciclar faz a diferença, porém importa ressaltar que é necessário um grande investimento em energia e logística no processo de reciclagem. E mais, apenas uma parte do produto acaba por ser reciclado! Uma grande parte deste material termina em depósitos de lixo e, infelizmente, em mares e rios.



Diminua o impacto ambiental do plástico no planeta e utilize utensílios em vidro, reutilizáveis. Evite adquirir garrafas de água de plástico. Ajude o planeta e diminua os seus gastos mensais.



Ainda estamos a tempo de mudar o planeta!

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo